Pirâmide financeira – Descubra o que é e como evitar cair nela

Se você deseja saber o que é a pirâmide financeira e o que fazer para não cair nesses golpes, super comum, no meio dos investimentos, esse post é para você.

Aqui irei explicar o que é esse termo e darei algumas dicas bem interessantes para que você não caia nesse tipo de golpe, que pode levar todo o seu dinheiro.

Boa leitura!

O que é pirâmide financeira e como ela funciona?

A pirâmide financeira é um negócio que tem como objetivo a indicação de pessoas e, por essa razão, chega um momento que ela não é mais sustentável.

Para participar de uma pirâmide é necessário um investimento inicial.

Deepois, você vai precisar chamar outras pessoas para entrarem, que irão levar ainda mais dinheiro.

Assim, sucessivamente novas pessoas irão entrando nessa pirâmide e depois de entrar e indicar outras pessoas, você vai receber uma remuneração por isso.

Entretanto, essas pirâmides não se sustentam porque precisam ir pagando os clientes antigos, que realizam o investimento inicial, e então, vai precisar de indicações eternar.

Se as pessoas param de entrar, não existe mais dinheiro para pagar todos, já que o negócio tem um patrimônio real.

Portanto, os que estão no topo da pirâmide conseguem lucrar, enquanto o que estão na parte de baixa, saem no prejuízo.

Alguns sinais que apontam o fim de um esquema de pirâmide financeira incluem:

  • Atrasos de pagamento;
  • Dificuldade de contato com os donos dos investimentos;
  • Promessas de regularização reconhecendo a dívida;
  • Perda de dinheiro

Nesse caso, quando as pessoas começam a desconfiar e solicitar saques, o esqueça passa a quebrar, já que não existe dinheiro para pagar todo mundo.

Alguns famosos já perderam muito dinheiro em esquemas como esse, como Juliana Paes, que investiu R$ 500 mil.

Pirâmide financeira – Descubra o que é e como evitar cair nela

– Desconfie das promessas de lucros além do que o mercado aponta:

Mesmo que você não conheça nada de investimentos, saiba que não existe nenhuma mágica.

Além disso, as ofertas de lucros que são superiores aos títulos públicos, por exemplo, que são considerados os mais seguros que existem, precisam ser visto com desconfiança.

Esqueça essa ideia de dinheiro fácil e lembre-se que o risco e o retorno estão ligados.

Portanto, evite que você caia nesse tipo de golpe.

– Confie em empresas reais:

No Brasil existem duas empresas que estão autorizadas a negociar investimentos:

  • Bancos;
  • Corretoras.

Se uma pessoa física está oferecendo para você produtos financeiras, você precisa ficar atento.

Mesmo se a pessoa apresentar boas intenções, você não terá nenhum tipo de garantia de rever o dinheiro depois de enviado para ele.

Além disso, as empresas que são certificadas no Brasil tem o Fundo Garantidor de Crédito, que é um meio de você ter o seu dinheiro de volta se a empresa falir.

– Peça para mostrar o CNPJ:

Hoje em dia é muito simples você tem acesso as informações de determinadas empresas.

Justamente por essa razão, a dica é sempre pesquisar bastante sobre ela no Google e conferir o CNPJ para ver se há algum processo envolvendo-a.

Além disso, você pode saber até quem são sócios e checar também as reclamações em sites conhecidos como tal, o Reclame Aqui.

– Efeito Halo:

Não seja levado pela aparência da pessoa ou do que ela apresenta.

É muito comum hoje em dia os fraudadores venderem uma imagem de investidores bem-sucedidos e com métodos financeiros comprovados.

Essa já é uma tática velha e utilizada para recrutar os novos membros e, infelizmente, acabam conseguindo mesmo.

Entretanto, esse é um grande efeito halo.

A mente humana julga e tira conclusões sobre outra pessoa a partir dos estereótipos.

Portanto, tenha atenção.

– Pirâmide financeira – Se atente aos postos de atendimento:

É essencial ficar atento quando eles falam sobre posto de atendimento.

As principais orientações são para você não aceitar, de maneira nenhuma, a ajuda de terceiros e principalmente, não entregar o cartão para qualquer pessoa.

Além disso, os golpistas aparecem muito bem-vestidos e oferecem ajuda em horários em que os postos estão fechados, portanto, fique atento.

Se você precisar de ajudar, procure o posto de atendimento no horário em que está aberto, com um funcionário identificado te auxiliar.

 

Depois desse post, tenho certeza de que você entende o que é a pirâmide financeira e como é possível evitá-la.

Mas, caso tenha ficado com alguma dúvida sobre o tema, deixe uma mensagem no espaço dos comentários para que eu possa lhe ajudar.

Grande abraço e até o próximo post.