CDI – O que é?

O CDI são títulos bem parecidos com os CDBs, mas, o negócio aqui acontece entre os bancos.

A sigla significa Certificado de Depósito Interbancário e são empréstimos que os bancos fazem entre si, em uma modalidade de curto prazo.

Esses empréstimos precisam acontecer devido uma regra criada pelo Banco Central.

Essa regra consiste em que todos os bancos devem fechar o dia com saldo positivo e quando isso não acontece é necessário tomar empréstimos de outros bancos.

Como o CDI funciona?

Nenhum banco, em nenhum lugar pode terminar o dia no vermelho, segundo o Banco Central

Ou seja, entre depósitos e saques, nenhum banco pode terminar o dia com mais saques do que depósitos.

Quando isso acontece, os bancos precisam recorrer aos títulos de CDI.

Assim, esse tipo de operação garante que o mercado tenha uma fluidez maior, já que os bancos podem acabar se ajudando.

Além disso, o CDI ajuda os bancos a cumprirem todos os compromissos e assim, proteger os seus correntistas.

Por que o CDI é importante?

As taxas de CDI são utilizadas como referência em todo o mercado financeiro, pois, os empréstimos que os bancos fazem entre as instituições afetam diretamente alguns investimentos.

Um bom exemplo é a renda fixa.

A grande parte dos investimentos em renda fixa está atrelado a um percentual da taxa DI (que é o nome oficial da CDI).

Quanto rende o CDI?

Quando você decide investir com base na taxa DI, você não conseguirá saber exatamente o quanto o seu dinheiro irá render no momento futuro, ou seja, quando você for tirar.

Isso acontece porque a taxa caria muito ao longo do tempo, já que ela é a média das taxas que são praticadas entre os depósitos entre os bancos.

Para você saber quanto rende o seu dinheiro será preciso saber quanto a CDI renda ao ano.

Se, por exemplo, ela render 8% ao ano e o CDB dizer que rende 100% da CDI então o seu dinheiro vai render 8% ao no.

Por outro lado, se o CDB render 110% do CDI então a sua conta deve ser: 8 (CDI) x 1,10 (CDB) = 8,80%.

 

Para você poder consultar o valor do CDI você pode ir até o site do B3, que é a Bolsa de Valores brasileira.

Quais são as vantagens e desvantagens de ter essa sigla nos investimentos?

Se o CDI sobre muito é porque o custo do dinheiro está mais alto do que o previsto e isso vai fazer com que os preços e a inflação esteja maior.

Isso pode parecer uma ótima ideia para quem está com o dinheiro aplicado, mas, de maneira geral isso só mostra que a economia não está nada bem.

Mas, se o CDI cai, os investimentos que são pós-fixado acabam caindo, perdendo a atratividade e a rentabilidade.

Se o seu investimento for aquele com liquidez diária, tudo bem.

Mas, se o seu investimento precisar de uma carência para o saque ser realizado, então você vai acabar amargando a queda até o vencimento do título.

Portanto, com a queda você deixa de ganhar ou até tem chances de perder frente a outras opções disponíveis.

Quais são os investimentos que rendem?

Como eu disse anteriormente, muitos investimentos em renda fixa são calculados de acordo com o CDI.

Nesse caso, os investimentos que irão se envolver com esse índice, incluem:

  • LCI – Letra de Crédito Imobiliário;
  • LCA – Letra de Crédito Agronegócio;
  • LC – Letras de Câmbio;
  • Fundo DI, entre outros.

Assim, antes de investir o seu dinheiro nesses modelos de investimentos, verifique como essa a sigla e se é interessante para você.

 

Depois desse post, tenho certeza de que você compreendeu tudo o que precisa sobre o CDI e a importância dele nos seus investimentos.

Mas, caso tenha ficado com alguma dúvida, deixe uma mensagem no espaço dos comentários para que eu possa lhe ajudar.

Grande abraço e te espero no meu próximo post.